×
Calendario de Eventos
Materias Contactos Pesquisar
Login
x

Centro de Recriação Artística participa em evento de arte na África do Sul

Centro de Recriação Artística está desde ontem (08) em Johannesburgo, para participar da 11ª  edição do Drama For life, Transforming Arts, Transforming Lives: Towards a Child-Centred Society Conference and Festival, organizado pela Universidade de Witwatersrand de Johannesburg. O CRA participa com a peça de teatro infantil “O Gato e o Escuro”.

O Gato e o Escuro é uma peça de teatro infantil adaptada do conto infantil adaptado pelo escritor Mia Couto e faz parte de uma colectânea de histórias e mitos de tradição oral que são recriados e ilustrados por escritores e pintores do país, com o objectivo de revelar a riqueza do imaginário moçambicano e aproximá-lo das suas crianças em formato de conto. Na África do Sul, a peça será representada na língua inglesa.

A participação de Moçambique naquele festival de arte foi graças a um concurso, segundo contou a artista Gigliola Zacara ao Mapa das Artes.

Ainda ao Mapa das Artes, Zacara afirmou, que “para o Centro de Recriação Artística é muito importante participar deste certame, visto que é um dos maiores dinamizadores do teatro infantil a nível local, com apresentações regulares em diversos espaços, desde escolas, orfanatos, centros culturais e nos bairros da periferia da cidade, visadas na promoção, desenvolvimento e incentivo à pratica de actividades artísticas nas crianças, adolescentes e jovens num modelo interventivo e educacional. É mais uma oportunidade de mostrar o trabalho além-fronteiras, criar intercâmbio com outras agremiações culturais e personalidades oriundas de vários países do mundo.”

Na comitiva para Johannesburg estão quatro (4) artistas, nomeadamente: Gigliola Zacara, responsável pela direcção da peça e actriz que interpreta o personagem de mãe do Pintalgato, Fernando Macamo, responsável pela encenação e actor que interpreta o personagem Pi, Antonio Sitoi, actor que interpreta o personagem de Pintalgato e Célia Madime, responsável pela direcção musical da peça.

A conferência deste ano e o tema do festival procuram explorar o papel que as artes podem desempenhar na criação de uma sociedade centrada na criança. O desenvolvimento na primeira infância é o momento mais crítico para a intervenção positiva, um processo pelo qual as crianças nascidas crescem e se desenvolvem mentalmente, fisicamente, moralmente, emocionalmente e socialmente.

A 11ª do Drama For life, Transforming Arts, Transforming Lives: Towards a Child-Centred Society Conference acontece de 8 de Agosto à 17 de Agosto.