×
Calendario de Eventos
Materias Contactos Pesquisar
Login
x

CCFM pede licença para contar "Karingana" de Mônica Monteiro

O Centro Cultural Franco-Moçambicano, mostra hoje pontualmente as 19 horas, um documentário, que trata da formação e desenvolvimento da literatura em língua portuguesa no continente Africano, de Mônica Monteiro.

A produção de 72 minutos retrata o desenvolvimento da literatura em Angola, Brasil e Moçambique. Karingana é uma expressão da língua tsonga, falada no sul de Moçambique. É utilizada sempre que um poeta ou contador de histórias inicia uma narrativa, como o nosso, era uma vez e também um pedido de licença, feito pelo narrador antes de começar a contar uma nova história.

Entre canções e livros brasileiros, ideias e desejos do outro lado do oceano. Entre a força e a potência da interpretação de Maria Bethânia e as palavras: Brasileiras, Portuguesas, Angolanas, Moçambicanas, que criaram tantos mundos diferentes, inventados em um mesmo idioma.

O documentário a ser exibido hoje no Centro Cultural Franco-Moçambicano, já foi apresentado no Festival do Rio, no Brasil, nesta com a presença da cantora moçambicana Mingas, para além das três figuras de cartaz: Maria Bethânia (Brasil), Mia Couto (Moçambique) e José Eduardo Agualusa (Angola). Mas também foi também apresentado outrora no Museu Mafalala, pela ocasião da passagem da celebração do Festival Poetas d´Alma, que juntou vários artistas nacionais e internacionais.