×
Calendario de Eventos
Materias Contactos Pesquisar
Login
x

Humorista e youtuber Brasileiro Windersson Nunes está em Moçambique

Está na capital moçambicana, Maputo o humorista e youtuber brasileiro Windersson Nunes para partilhar sua experiência. O humorista é uma das principais atracções da actualidade, no Brasil. Tornou-se bastante popular depois de começar a usar a internet, mais concretamente o YouTube, para publicar as suas criações. Em Maputo, o artista vem para partilhar a sua experiência de como poder trabalhar e ganhar dinheiro no mundo virtual, bem como fazer algumas apresentações de humor e standy up comedy.

Apesar de ser um artista multifacetado, é na internet que ele se sente mais a vontade. A internet chamou a sua atenção e porque já gostava de humor decidiu unir o útil ao agradável. “A internet sempre me chamou a atenção. Ficava horas admirando, olhando e vendo como as coisas funcionavam. Foi assim que eu decidi gravar meu primeiro vídeo, e deu no que deu.”, disse Windersson ao Mapa das Artes.

O jovem de apenas 24 anos, teve o seu primeiro vídeo de humor publicado no YouTube em 2013, e pelo elevado número de visualizações que teve nunca mais parou, tanto é que três anos depois, em 2016 o seu canal foi que mais tinha inscritos em todo o Brasil, e em 2018 o segundo com mais inscritos, atrás do canal KondZilla (uma produtora de videoclipes que leva o nome artístico do empresário Konrad Dantas). Actualmente, conta com mais de 30 milhões de inscritos.


Ao Mapa das Artes interessou saber o segredo para que em pouco tempo possa liderar o mercado virtual. A originalidade foi defendida pelo artista como sendo o principal ingrediente. “Acredito que seja a originalidade. Eu sempre busco ser quem eu sou, sem inventar personagens nada. O Whindersson das redes é exactamente o mesmo do dia-a-dia.” Na visão dele, o improviso pode por vezes ser o insucesso de alguma produção.

Noutras partes do mundo, principalmente na África, o mercado virtual ainda é uma novidade e garantir lucros por essa via ainda é um dilema, contudo, o mesmo não se pode dizer sobre o mercado virtual brasileiro segundo nos garantiu Windersson. “O nosso mercado é maravilhoso, e para quem gosta da vida na internet é muito agradável, o público consome muito bem esse tipo de mídia.”

O artista, que está em África e em Moçambique em particular pela primeira vez diz estar muito ansioso, mas ao mesmo tempo garantiu ter preparado algo especial para os moçambicanos. “É a primeira vez que me apresento em África, confesso que estou muito ansioso, quero muito que este dia seja especial para todos.” Contudo, pretende explorar a cidade de o vai acolher e trocar experiências, com os fazedores de humor e usuários de YouTube locais.

A sua entrega para o trabalho lhe garantiu várias premiações. O reconhecimento é graças a “muita dedicação e uma equipe maravilhosa”. Por detrás desse sucesso todo estão “produtores, assessores, empresários. São eles que me ajudam o tempo todo, sempre dando o suporte que eu preciso”, frisou.

Questionado se é viável engrenar por esse caminho, o artista respondeu categoricamente que sim. “É um caminho muito prazeroso, aconselho todos que queiram tentar para que o façam.”


Windersson, que disse ao Mapa das Artes, que a sua inspiração vem da vida e de amigos actua em Maputo, no próximo sábado (06), do mês corrente, no Centro Centro Cultural Universitário da UEM as 19 horas.